O Significado dos Sonhos para a Psicologia

Alguma vez lhe aconteceu acordar e ficar a pensar em qual seria o significado dos sonhos que teve durante essa noite?

Todas as noites sonhamos, quer nos recordemos do conteúdo dos nossos sonhos quando acordamos, quer não. Ao longo dos anos, vários psicólogos, se interessaram por interpretar estes sonhos, de forma a entender melhor quais poderiam ser as mensagens que estes nos tentam transmitir.

Continue a ler para saber mais sobre o que os sonhos revelam sobre si, e como é que os deve interpretar.

significado dos sonhos psicologia

O Significado dos sonhos para Freud

Em 1900, Sigmund Freud, publicou o seu livro A Interpretação dos Sonhos. Neste livro, que veio revolucionar muito do que hoje conhecemos da psicologia, Freud estabeleceu os princípios da sua teoria psicanalista, e apresentou ao mundo o que considerava ser o aparelho psíquico.

Até este momento os sonhos eram analisados apenas com um olhar simbólico ou como premonições. Mas, na sua obra, o psicanalista diz que os sonhos são possíveis de ser interpretados. Este considerava que os mesmos eram uma revelação dos conteúdos mais profundos do nosso inconsciente, e que analisá-los nos permitia a aceder a informações que não nos são disponíveis de forma consciente.

Foi então, que através da análise dos sonhos seus, dos seus pacientes, e de várias crianças incluindo os seus filhos, que chegou à conclusão de que os sonhos podem ser uma forma de realização de um desejo. Enquanto os nossos sonhos de adultos são complexos, e carecem de uma interpretação para os conseguirmos analisar, os sonhos das crianças são, objectivamente, uma projeção dos seus desejos.

Mas se os sonhos são sempre a realização de um desejo, porque é que temos sonhos desagradáveis?

Na sua teoria, diz que quando não conseguimos identificar com clareza a realização de um desejo no sonho, isto acontece porque o nosso conteúdo inconsciente, antes de alcançar a consciência, foi distorcido por conter desejos ideias que muito provavelmente iríamos considerar inaceitáveis. Então, entra em ação a censura psíquica, que faz com que muitos dos nossos sonhos pareçam não ter qualquer sentido.

Quando estamos a dormir, estamos vulneráveis, e por isso algum conteúdo no nosso inconsciente, consegue atravessar até a nossa consciência. Mas. esta resistência foi apenas diminuída e não completamente eliminada. A censura psíquica funcionaria. então, como filtro para nos proteger dos nossos desejos que censuramos conscientemente.

Mas, Freud não foi o único a interessar-se pela interpretação dos sonhos. Carl Jung considerava os sonhos uma ferramenta indispensável para nos tornarmos plenamente conscientes do nosso eu. Também ele defendia que através dos sonhos conseguimos integrar a mente consciente e inconsciente. Chegava mesmo a acreditar que mesmo nos pesadelos mais assustadores, poderia estar uma mensagem do inconsciente que nos permite alcançar a cura interior.

A este processo de interpretação dos sonhos chamou de imaginação ativa.

Através da imaginação ativa questionamo-nos sobre o significado dos nossos sonhos procurando interpretá-los, conseguindo assim solucionar problemas, entender as nossas características, aumentar a criatividade e o autoconhecimento. Jung também defendia a interpretação dos sonhos como forma de desvendar os desejos mais profundos do nosso verdadeiro eu.

Como é que pode interpretar os seus sonhos?

Todos os dias aprendemos imensos coisas novas, e é durante o sono que Todas estas novas aprendizagens, são organizadas dentro do nosso cérebro. Às vezes, estas situações que vivemos no dia-a-dia aparecem nos, em sonhos, misturadas com as informações e desejos que estavam bem guardadas no nosso inconsciente.

Estas informações do inconsciente, são nos apresentadas de forma simbólica, mostrando-se através de arquétipos. Ou seja, o que nos é apresentado nos sonhos não pode ser visto de forma literal, uma vez que na sua maioria são representações desenvolvidas pela mente, através de imagens, crenças e experiências passadas na nossa existência.

Tudo o que é representado nos sonhos é pessoal, e o significado destas imagens varia de pessoa para pessoa. Tentar interpretar o que sonhamos, dá uma oportunidade à mente consciente de tentar desvendar o conteúdo da nossa mente inconsciente.

Para conseguirmos interpretar e analisar os significados pessoais e os nossos sonhos devemos ter em conta os seguintes elementos:

  1. Ver quais os detalhes e emoções despertadas pelo sonho.
  2. Reunir os detalhes e fazer associações que ajudem na interpretação.
  3. Ao verificar os detalhes acima, tentar encaixar o sonho no momento em que estamos a viver.

significado dos sonhos psicologia

Tente lembrar-se de um sonho que teve recentemente e siga os seguintes passos:

1. Identifique o que cada objeto pode significar para si

Embora a informação apresentada nos nossos sonhos estejas apresentadas através de arquétipos e símbolos, cada um deles pode ter um significado diferente para cada um de nós.
Assim, pense nos diferentes elementos do seu sonho e no que é que cada um deles simboliza para si.

2. Pense em como se sentiu

As emoções despertadas pelos sonhos, e pelos diferentes momentos do sonho, podem ser guias que nos ajudam a entender todo enredo do sonho.

3. Tenha atenção a sonhos recorrentes e pesadelos

Ao longo da nossa vida vamos acumulando experiências desagradáveis, e até mesmo traumáticas. Muitas destas experiências ficam arquivadas no nosso inconsciente. Quando temos o mesmo sonho, ou sonhos semelhantes, com frequência, estes provavelmente estão ligados a questões traumáticas que não foram resolvidas.

Assim, o nosso cérebro retrata a situação várias vezes em sonhos, para que saibamos que temos aquela questão por resolver.

4. Escreva os seus sonhos

Desde o momento em que acordar até chegarmos ao fim do dia, o que nos conseguimos lembrar do nosso sonho vai progressivamente desaparecendo. Para conseguir uma melhor análise dos sonhos, experimente começar a apontar tudo o que se lembra, no momento em que acorda. Pode também ser interessante tentar analisar um conjunto de sonhos e não apenas cada um isolado.

CONSULTA PSICOLOGIA OVAR GAIA
[contact-form-7 404 "Not Found"]